Cuba desiste de incluir casamento gay na nova Constituição

Plano de cul 925712

É uma vitória importante, certamente. Agora, sem mais delongas, vamos ao que interessa: os 10 melhores lugares do mundo para ser gay! O país conseguiu 70 pontos de um total de no índice geral de felicidade da pesquisa. Mas, em junho do ano passado, o Parlamento luxemburguês aprovou o casamento homoafetivo por 56 votos a 4, e a medida teve efeito em 1 de janeiro deste ano. Uma das consequências disso é que casais gays podem adotar crianças. Israel Também obteve 71 como média dos três quesitos avaliados no índice, mas ficou com mais pontos em cada quesito individualmente. Continua após a publicidade 5. Mas isso é assunto para outras listas.

Pode ser que a menina da primeira carteira seja filha de um engenheiro e uma arquiteta e o pai do menino de cabelos vermelhos chefie a cozinha de um restaurante. Theodora, naturalmente, vai contar sobre a imitadores de cabeleireiros dos pais. Nos próximos meses, a família vai crescer: o casal espera a guarda de uma nova menina, de apenas alguns meses de idade. Theodora faz parte de um novo tipo de família. E cada vez mais casais gays optam por criar seus próprios filhos.

Restante precisamente, no norte europeu. A Holanda seguiu as nações escandinavas emmas acelerou suas mudanças e, dois anos depois, autorizava o casamento gay antes de qualquer outro país. Segundo David J. Em janeiro deo Parlamento belga repetiu seu vizinho e votou a obséquio da medida. Na época sob o governo do primeiro-ministro socialista José Luis Rodríguez Zapatero, o país assistia considerado à disputa no Parlamento em torno do tema. A católica Espanha, 40 anos depois do fim do regime fascista de Francisco Franco, tornava-se o terceiro país do mundo a assentir o casamento entre pessoas do próprio sexo. O maior golpe para a Igreja Católica na Europa ainda estava para vir.

Palhoça, Carreira Segundo. Alugo kitinete mobiliada palhoça. Palhoça, Pagani. Escachar bom.

Leave a Reply

Your email address will not be published.